caedjus.com

Entrevista com Marcelo Chaves – Coordenador de GT do CAED-Jus 2021

O entrevistado desta vez é Marcelo Chaves

Marcelo Chaves é doutorando em Direito pela Universidade Estácio de Sá. Mestre em Direito pela Universidade Católica de Petrópolis (2019). Especialista em Direito Público: Constitucional, Administrativo e Tributário pela Universidade Estácio de Sá (2008) e Especialista em Direito Processual Civil pela Universidade Cândido Mendes (2019). Possui graduação em Direito pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1996) e graduação em Administração pela Faculdade Batista Carioca (1999). Atualmente é professor da Universidade Estácio de Sá, sendo Coordenador do Curso de Direito do Campus Duque de Caxias e Analista Judiciário do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, sendo Assessor de Órgão Julgador. Membro do Conselho Editorial da Editora Lumen Juris.

É autor de diversas obras jurídicas. É também Coordenador do GT Solução de Conflitos e Processo do CAED-Jus 2021.

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

Iniciei minhas atividades dentro do mundo jurídico muito jovem. Estava com 20 anos de idade, ainda no segundo ano do curso de Direito quando fui aprovado em concurso público para o TJ/RJ. Quase que ao mesmo tempo iniciei minhas atividades como docente em preparatórios para concurso público e, posteriormente, passei também a lecionar na Universidade. Todavia as pesquisas relacionadas aos problemas jurídicos que enfrentamos se aprofundaram mais recentemente quando de meu ingresso no Mestrado. E me parece que aqui é o ponto nodal da questão. Com o aprofundamento das pesquisas é que começamos a ter condições de apresentar respostas para as indagações mais sensíveis da sociedade, notadamente quando nos cercamos de outras pessoas que estejam imbuídas do mesmo sentir. Os artigos, participações em congressos nacionais e internacionais, livros nascem naturalmente de todo o trabalho realizado tanto individualmente quanto em grupo.

2) O que mais lhe chamou atenção no CAED-Jus?

O CAED-Jus é referência no mundo acadêmico. Seus eventos são permeados de profissionais que são referência em seus ramos de atuação. Os congressos e produções literárias são da mais alta qualidade, sendo espaço extremamente democrático na medida em que as ideias são debatidas livremente. Outro ponto que merece especial destaque é seu pioneirismo na realização de eventos na modalidade on-line. Muito antes da necessidade que as atividades acadêmicas fossem transferidas para o ambiente virtual, o CAED-Jus já realizava seus congressos em tal formato. Como dito antes, isto potencializa a participação de mais profissionais.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

O tema tratado em nosso GT (Solução de conflitos e processo) tem exigido de todos a percepção da necessidade de se pensar o direito de forma interdisciplinar. O modelo adversarial de processo há muito não se mostra capaz de dar as respostas para as demandas da sociedade. Por mais que se sejam realizados investimentos na melhoria da máquina judiciária, as demandas judiciais crescem em número vertiginoso – conforme se verifica nos relatórios de Justiça em Números do Conselho Nacional de Justiça. A solução dos conflitos perpassa então pela utilização de métodos mais adequados, sendo imperioso o diálogo com outras ciências tais como a Psicologia e a Sociologia.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que outras dicas você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

Não há atalho para a conquista de seus objetivos. A construção do conhecimento é uma escadaria em que, degrau a degrau, vamos alcançando nossos sonhos. Dúvidas não restam de que os primeiros passos são os mais difíceis nessa caminhada, mas persista em sua empreitada pois os resultados são muito gratificantes. Somente um tipo de pessoa não possui condições de realizar os próprios sonhos e é aquele que desiste. Desafios nos são postos diuturnamente e nossa missão é transformá-los em mecanismos de impulsionamento. Por fim, cerque-se de pessoas que estejam com objetivos similares aos seus pois a construção do conhecimento de qualidade necessita de troca.

 

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

 

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

 

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.