caedjus.com

Entrevista com Guilherme Sandoval Góes – Coordenador de GT do CAED-Jus 2021

O entrevistado desta vez é Guilherme Sandoval Góes

Guilherme Sandoval Góes é Doutor em Direito Internacional e da Integração Econômica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com grau 10, distinção e louvor. Mestre em Direito Público pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Professor Emérito da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME). Pós-doutor em Geopolítica, Cultura e Direito pela Universidade da Força Aérea (UNIFA). Diplomado pelo Naval War College dos Estados Unidos da América (Newport, Rhode Island, USA). É Professor de Direito e Membro do Fórum Permanente de Direitos Humanos da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ). Professor de Geopolítica e de Direito Constitucional da Universidade Cândido Mendes (UCAM). Membro do Corpo Docente do Programa de Doutorado e Mestrado Profissional em Ciências Aeroespaciais da UNIFA. Membro do Corpo Docente do Programa de Mestrado em Segurança Internacional e Defesa da Escola Superior de Guerra (ESG).

É Membro do Fórum Permanente de Direitos Humanos da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ) e da Academia Brasileira de Estudos Estratégicos (ABRAEE). Faz parte do Corpo de Examinadores para concursos jurídicos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e do Grupo de Pesquisa sobre Questões Humanitárias e Direito Internacional Humanitário da Universidade da Força Aérea (UNIFA). Atuou por vários anos como Representante da Cruz Vermelha na Comissão Nacional para divulgação Direito Internacional Humanitário no Brasil. É autor e coautor de diversas obras acadêmicas, dentre elas os seguintes livros: Direito Constitucional pela Editora Processo, Direito Constitucional Avançado e Ciência Política pela Editora SESES, Controle de Constitucionalidade pela Editora Freitas Bastos, Brasil e Chile: posição geopolítica no contexto mundial contemporâneo pela Editora da ESG e Diálogos Jurídicos na Contemporaneidade pela Editora Editar. É também coordenador do GT DIREITOS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS do CAED-Jus 2021.

 

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

Minha atuação acadêmica consiste basicamente no exercício do magistério superior em diferentes Instituições do País nos campos do direito público, relações internacionais, defesa e desenvolvimento nacional. No presente momento, faço parte do Corpo Docente do Programa de Doutorado e Mestrado Profissional em Ciências Aeroespaciais da UNIFA, bem como do Programa de Mestrado em Segurança Internacional e Defesa da Escola Superior de Guerra (ESG). Ministro as disciplinas de direito constitucional e geopolítica na Universidade Cândido Mendes. Sou o Líder do Grupo de Pesquisa Geopolítica do Brasil da ESG.

2) O que mais lhe chamou atenção no CAED-Jus?

O que mais chamou a minha atenção no CAED-Jus foi a perspectiva de construir o conhecimento nas áreas do direito e das relações internacionais dentro uma rede de acadêmicos nacionais e internacionais com alto grau de densidade científica. Com efeito, O CAED-Jus proporciona a integração com acadêmicos do mundo todo, dentro de uma sinergia capaz de projetar diferentes abordagens multidisciplinares, bem como facilita a publicação de artigos em livro impresso e virtual.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

Com efeito, o estudioso do direito deve ser capaz de compreender o espaço multidisciplinar que une a ciência jurídica e as relações internacionais, disciplinas que se imbricam de tal maneira que acabam desaguando na garantia de direitos fundamentais do cidadão comum. Infelizmente, há que se reconhecer que esta linhagem epistemológica ainda é incipiente no Brasil. No entanto, é nesse diapasão que o presente GT aspira contribuir para a abertura de novos espaços de reflexão acadêmica dentro desse campo multidisciplinar da ciência, criando as bases teóricas dos estudos futuros do direito e das relações internacionais, notadamente se o Brasil conseguir materializar todo o seu potencial de desenvolvimento nacional.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que outras dicas você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

Leiam e pesquisem cada vez mais.

 

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

 

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

 

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.