caedjus.com

Entrevista com Carlo Pilia – Coordenador de GT do CAED-Jus 2021

O entrevistado desta vez é Carlo Pilia

Carlo Pilia é professor de direito civil e proteção de direitos da Universidade de Cagliari, Itália. Professor visitante em numerosas universidades estrangeiras, dentro e fora da Europa. Membro da Associação dos Civilistas Italianos e da União dos Privatistas Italianos. Componente do CUEMYC. Presidente da Associação de Mediadores do Mediterrâneo. Autor de numerosas publicações sobre direito civil e proteção de direitos. Professor de vários mestrados e doutorados em pesquisa, na Itália e no exterior. Diretor científico e palestrante em inúmeras conferências científicas nacionais e internacionais. Advogado em tribunais superiores. Consultor de órgãos públicos.

Diretor científico da série editorial Quaderni di conciliazione, Ed. Valveri, 2010-2020. Presidente do Comitê Científico do V Congresso Internacional CUEMYC. Coordenador pela Universidade de Cagliari de um projeto de investigação sobre a licenciatura em mediação social.

É também coordenador do GT ESPECIAL UNIVERSIDAD AUTÓNOMA DE NUEVO LEÓN do CAED-Jus 2021.

 

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

Sou docente de direito civil e proteção de direitos, com compromisso a nível internacional, com redes de colegas que desenvolvem conjuntamente projetos de investigação, formação e divulgação transfronteiras. Ao longo dos anos, tenho sido professor visitante no exterior em universidades estrangeiras, para realizar pesquisas, realizar atividades de ensino e participar de conferências internacionais. Também visitei a Universidad Autõnoma de Nuevo León, México, participando das atividades do corpo docente do MASC PhD.

2) O que mais lhe chamou atenção no CAED-Jus?

A internacionalidade, interdisciplinaridade e qualificação dos colegas juristas do CAED-Jus parecem-me particularmente interessantes. Fiquei impressionado com a plataforma da internet e as inúmeras iniciativas CAED-Jus, que o tornam uma organização muito ativa com presença internacional.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

Estou convencido da necessidade de reformar a justiça para melhorar a sociedade. As reformas devem ter uma abordagem interdisciplinar, não apenas jurídica. É importante que sejam disponibilizados contribuições científicas para os processos participativos democráticos, para que as reformas sejam partilhadas pela população.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que outras dicas você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

A sugestão é desenvolver pesquisas e publicações coletivas, com grupos interdisciplinares e internacionais de acadêmicos e especialistas. A análise conceitual deve ser combinada com a atenção aos perfis de aplicação, que dão respostas adequadas às necessidades da sociedade.

 

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

 

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

 

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.