caedjus.com

Entrevista com Daniel Luiz Pitz – Coordenador de GT do CAED-Jus 2022

O entrevistado da vez é o professor Daniel Luiz Pitz

Daniel Luiz Pitz é Advogado. Doutorando em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestre em Serviço Social e Desenvolvimento Regional pela Universidade Federal Fluminense. Especialista em Direito e Processo do Trabalho e Direito Previdenciário pela Universidade Estácio de Sá. Graduado em Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina. Possui experiência profissional na área do Direito, com ênfase em Direito do Trabalho, Sindical e Civil.

Integra o Núcleo Interinstitucional de Estudos e Pesquisas sobre Teoria Social, Trabalho e Serviço Social – NUTSS – UFF. É também coordenador do GT 6 – Trabalho e seguridade social do CAED-Jus 2022.

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

Ingressei na graduação em 2011 no curso de Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina e em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Durante a graduação realizei diversos estágios em escritórios de advocacia, no Tribunal de Justiça de Santa Catarina e na Assessoria Jurídica do Brasil do Brasil. Me formei em Direito em 2015 e no último ano da graduação passei no Exame da OAB, realizando a segunda fase da prova na área trabalhista. Em 2016 já estava advogando e atuando no Sindicato Intermunicipal dos Professores no Estado de Santa Catarina. Em 2019 passei no Mestrado na Universidade Federal Fluminense no curso de Serviço Social e Desenvolvimento Regional para continuar pesquisando sobre a área trabalhista e então conheci o CAED-Jus, onde participei e publiquei em diversos eventos. Em 2021 ingressei no Doutorado em Serviço Social pela UFSC.

2) O que mais lhe chamou atenção no CAED-Jus?

A equipe CAED-Jus é extremamente profissional e de altíssima qualidade. As organizações dos eventos são muito estruturadas e o cumprimento dos prazos são sempre observados. Além disso, a inclusão das bolsas sociais e o incentivo a interdisciplinaridade considero de extrema importância e o grande diferencial.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

É essencial que os/as profissionais busquem um conhecimento interdisciplinar, uma compreensão global, especialmente para obter uma visão ampla acerca do objeto pesquisado e na sua prática profissional. O principal desafio é, sem dúvidas, extrair o conhecimento em diversas áreas e ter a capacidade de relacionar essas distintas perspectivas em relação ao mesmo tema e/ou assunto. Afinal, nem sempre o profissional tem afinidade com determinadas áreas, não sendo tarefa fácil acompanhar todas essas mudanças, polêmicas e entendimentos doutrinários e jurisprudências.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que outras dicas você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

A produção acadêmica necessita que o pesquisador esteja atento a seleção de uma bibliografia confiável e de qualidade, publicada em locais sérios. Textos inovadores costumam exigir também que o autor saia da sua zona de conforto. Além disso, necessita observar o uso correto das normas da ABNT, da ortografia e da metodologia empregada na pesquisa.

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.