caedjus.com

Entrevista com Carolina Bessa – Coordenadora de GT do CAED-Jus 2022

A entrevistada desta vez é Carolina Bessa

Carolina Bessa é Advogada e Pedagoga. Atualmente, é Professora Adjunta na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), onde também concluiu o mestrado em Educação; é especialista em Direitos Humanos e Estudos Críticos do Direito pelo Conselho Latino-americano de Ciências Sociais (CLACSO) e doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Possui atuação e pesquisas principalmente nas áreas de direitos humanos, políticas públicas e educação em prisões.

Integra a Rede Brasileira de Educação em Direitos Humanos. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Desigualdades e Efetividades de Políticas Públicas para Direitos Sociais (GEPEDESE/UFSB/CNPq).

Autora do livro Legislação Educacional e Políticas públicas (Ed. SENAC). É também coordenadora do GT 1 – Direitos Humanos e Fundamentais do CAED-Jus 2022.

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

Ao ter acesso ao edital de seleção, publicado pelo CAED-Jus, fiquei interessada em colaborar com os trabalhos de coordenação dos Grupos de Trabalho principalmente pela relevância dos temas abordados e sua interdisciplinaridade, assim como ocorreu em edição anterior. Acredito que qualquer evento acadêmico, em especial os de cunho jurídico, deve priorizar uma abordagem interdisciplinar e dialógica de temas, que contemplem um olhar integral acerca dos fenômenos estudados. Em minha trajetória, procuro essa direção, aliando conhecimentos jurídicos (como advogada de formação) à análise de políticas públicas focadas na realização de direitos humanos no cotidiano (como pesquisadora e docente na área de educação e direitos humanos).

2) O que mais lhe chamou a atenção no CAED-Jus?

A diversidade na composição da coordenação dos Grupos, uma vez que há pesquisadores e docentes de diferentes regiões do país, com trajetórias singulares. O fato de podermos conhecer novas pessoas e vislumbrar possíveis redes de trabalho e pesquisa é um fator muito positivo nesse tipo de trabalho acadêmico.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

Pensar direitos humanos e fundamentais, sobretudo no contexto contemporâneo, passa necessariamente pela interdisciplinaridade, pois – embora tenhamos o marco constitucional de 1988 como referência alvissareira – estamos falando de direitos em disputa, pois em constante luta política, social, ou seja, em conflitividade na sociedade. A articulação de conhecimentos e experiências de diferentes áreas tem se mostrado, ao mesmo tempo, a maneira mais articulada para refletirmos sobre os fundamentos e práticas efetivadoras desses direitos, mas também, o meio mais desafiador, já que cada área possui seus cânones e epistemologias.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que outras dicas você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

Considero que a produção de textos acadêmicos a partir de pesquisas e estudos é uma aprendizagem constante. Embora seja possível dar algumas “dicas”, acredito que é no fazer sistemático e na troca de conhecimentos com outras/os pesquisadoras/es e colegas que podemos aprimorar a elaboração de textos, com qualidade e de forma inovadora. A principal dica seria estar em contínuo e sistemático processo de leitura, pois não vejo outra forma de se aprimorar a escrita, que não seja pelo aprimoramento também da leitura. Assim, é necessário se organizar para ler, diária ou semanalmente, revistas científicas, livros, artigos e publicações em fontes confiáveis, acompanhando também as novidades que surgem no âmbito de estudo. A meu ver, esse é o principal caminho!

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.