caedjus.com

10 dicas para uma excelente prova de mestrado e doutorado

Fazer uma prova escrita de seleção de mestrado e doutorado é um dos principais desafios da vida acadêmica.

De fato, uma prova bem feita e com conteúdo denso pode ser o diferencial do candidato em processos seletivos de mestrado e doutorado.

As chamadas provas dissertativas são, na maioria das vezes, um grande problema a ser enfrentado por todos aqueles que almejam ingressar no mestrado e no doutorado. Além do extenso e profundo conteúdo deste tipo de avaliação, a pressão sobre os ombros dos candidatos torna muito difícil que a resposta, mesmo que se tem estudado bastante, seja clara ou realmente passe aquilo que o avaliador deseja ver.

Saiba que não só o grau de conhecimento do conteúdo programático definido para um processo seletivo de mestrado e doutorado é importante. Tem também relevância o modo através do qual se transmite a informação por meio das respostas nas provas escritas.

Antes mesmo do avaliador ver o seu currículo, ele terá conhecimento das suas respostas em uma prova dissertativa e de maneira anônima. Ou seja: a sua verdadeira carta de apresentação será a prova escrita e por isso nós estamos aqui para mostrar 10 dicas para a uma excelente prova de mestrado e doutorado. Vamos lá!

 

 

DICAS PARA UMA EXCELENTE PROVA ESCRITA DE MESTRADO E DOUTORADO

 

#DICA 01 – Atenção às referências bibliográficas

Todo processo seletivo terá um edital em que são especificadas as regras para que o candidato concorra a uma vaga de Mestrado ou Doutorado. Neste edital, também estarão detalhadas as diretrizes para as provas escritas ou dissertativas.

Em alguns casos, haverá uma lista de obras específicas que demonstrarão o conteúdo que será cobrado. Em outros casos, as obras a serem consultadas estarão em aberto.

Assim sendo, deve o candidato:

1) Consultar a seção do edital onde estão dispostas as fases do processo seletivo: você deve localizar onde se fala da prova dissertativa, prova de conteúdo ou prova escrita;

2) Verificar onde está a seção do edital sobre o conteúdo programático para a prova escrita: você deve localizar os procedimentos e anotando todos eles na agenda;

3) Caso o edital forneça uma bibliografia específica para a prova escrita: você deve conseguir o material pela internet, em lojas, reserve na biblioteca da universidade e etc;

4) Caso o edital não forneça uma bibliografia específica para a prova escrita: você deverá procurar os professores do PPG que deseja ingressar e pedir dicas de bibliografia sobre o tema. Também pode pedir aos alunos do Programa, caso conheça algum.

 

# DICA 02 – Faça o diálogo entre os autores

A bibliografia de um determinado processo seletivo existe dentro de um contexto intelectual. Em regra, um texto pode ter conexões ou algum tipo de relação com os outros. Então, quando estudar a bibliografia, busque o seguinte:

1) Faça o diálogo entre os autores, identificando em que contexto historiográfico e teórico os autores estão inseridos;

2) Identifique qual a posição/relevância dos textos e dos autores dentro da área de concentração e linha de pesquisa do PPG, assim como a maneira que estes autores são trabalhados;

3) Crie uma linha argumentativa que faça os autores dialogarem e que seja possível utilizar para o debate de ideias.

 

# DICA 03 – Conheça bem o programa de pós-graduação

Os examinadores da prova escrita também produzem textos acadêmicos e têm seu próprio estilo de pesquisa e literário.

Por isso, o candidato deve conhecer bem o programa e os professores que fazem parte dele, procurando indicar, na prova, em que medida a pesquisa proposta se “encaixa” no Programa e no provável orientador.

O que pode ajudar o candidato?

1) Faça a leitura de trabalhos acadêmicos centrais dos professores do Programa que se relacionem com a área de concentração e linha de pesquisa escolhida;

2) Sempre que encontrar oportunidade, sem desqualificar o argumento construído por você, dialogue também com os textos centrais dos professores na prova escrita, desde que não seja forçado;

3) Sempre que possível faça a correlação entre os projetos de pesquisa dos professores e o tema que está sendo cobrado na questão.

 

# DICA 04 – Demonstre proficiência na escrita

Esta dica não se relaciona somente com o seu conhecimento da gramática da língua portuguesa, mas também com a sua capacidade de expressar clareza, precisão e ordem lógica os seus argumentos. Então:

1) Tendo em vista que o tempo da prova escrita é limitado, crie parágrafos de, no máximo, 4/5 linhas;

2) Certifique-se de que o texto terá início, meio e fim e que haja uma sequência argumentativa que faz sentido;

3) Não insira nenhum dado ou afirmação sem embasamento na bibliografia ou em textos que você utilize para não parecer um recurso meramente retórico.

 

# DICA 05 – Responda o que foi perguntado

O candidato, dado o seu nível de ansiedade, sobretudo na mística do fim da graduação e início do mestrado, tem a falsa sensação de que deve expor tudo o que sabe naquelas poucas linhas de uma resposta dissertativa.

Não faça isso. Menos é mais!

Se atenha ao que lhe foi perguntado. Não invoque temas ou autores que tangenciem ou se desvirtuem ao tema principal.

 

# DICA 06 – Preparativos físicos e psicológicos

Uma prova escrita é uma maratona física e mental.

Por mais preparados que estejamos, a pressão e o momento torna tudo mais difícil, mas algumas atitudes podem ajudar:

No dia anterior à prova:

1) Relaxe: faça o seu hobby, algo que não crie mais tensões. Na ausência de algo assim, descanse em casa ou outro local confortável.

2) Não consuma bebidas alcoólicas: este não é um pedido politicamente correto, mas um fato fisiológico, pois o álcool atua na atividade neural por um período de tempo após ingerido, o que pode afetar as suas condições de prova.

3) Não coma comidas gordurosas: por mais gostoso que seja o “podrão” vendido perto de casa, não é tipo de lanche que você deve comer antes de uma prova de 4/5 horas e de alto grau de complexidade.

No dia da prova:

1) Acalme a mente pela manhã: o conhecimento está ali na sua mente. Não precisa revisá-lo até o último segundo. Mantenha a mente serena e confie no que estudou. Uma meditação pode também ajudar.

2) Leve apenas comidas práticas: o foco deve ser a prova, então comidas práticas são essenciais para você não perder tempo, tais como barras de cereal, biscoitos integrais, etc. A propósito, sugerimos que não leve chocolate, pois ele pode sujar a sua folha de prova.

3) Leve mais de uma caneta: você não precisa de mais objetos de tensão do que a prova. Por isso, evite preocupações com o seu material e tenha mais de uma opção de caneta, lápis e etc.

 

# DICA 07 – Simplifique nas provas escritas de consulta

Alguns processos seletivos dão ao candidato a possibilidade de uma pesquisa prévia à prova por aproximadamente meia hora. Para que o tempo seja otimizado, deve o candidato:

1) Fazer apontamentos gerais em um resumo conciso e usar como material de consulta, pois o estudo já foi feito e nada mais será acrescentado naquele momento.

2) Evite levar os materiais da bibliografia para o momento de consulta, pois você não conseguirá ter um momento de rememoração claro.

3) Caso leve os materiais da bibliografia, evite qualquer texto diferente dela, pois assim evitará mais fatores de ansiedade e confusão.

 

# DICA 08 – Atenção na hora de redigir a resposta

Você se preparou para este momento e estará com a mente tranquila para o mesmo. Todavia, não deve ficar distraído. Atente-se a alguns elementos:

1) Leitura do enunciado: faça uma leitura cuidadosa e grife as exigências da banca examinadora;

2) Fique atento ao sentido de tudo o que você escrever e guie-se por ele: faça o diálogo entre os autores da bibliografia e os trabalhos do programa dentro de uma construção intelectual lógica com início, meio e fim.

3) Durante a elaboração da introdução, preocupe-se em situar o leitor a respeito do tema central: não seja mecânico na resposta. Não resuma tudo em tópicos.

4) Durante a elaboração do desenvolvimento, confira se você está respondendo ao que foi pedido: assegure-se de que os argumentos estão consistentes.

5) Use o tempo necessário, mas não se perca, pois você tem outras questões para lidar na prova: dedique um tempo comum para todas e adapte de acordo com a necessidade.

6) Antes da resposta final, faça um pequeno esqueleto da mesma: liste os pontos principais e os contraste com o enunciado da questão. Veja se está entregando tudo o que o examinador solicitou.

7) A letra deve ser legível e não necessariamente bonita: o examinador não deve fazer qualquer esforço para tentar entender o que você escreveu; ele não deve ter dúvida quanto ao tipo de acento empregado (e sua posição na palavra), letra selecionada, pontuação etc.

 

# DICA 09 – Responda primeiro as questões mais confortáveis

Como falamos várias vezes, as provas são tensão e pressão o tempo todo. Por isso, você pode tentar optar por um método que vai aliviar um pouco a ansiedade no decorrer do processo. Confira:

1) Faça uma leitura geral de todas as questões e grife os pontos essenciais em cada uma delas;

2) Organize-as das mais simples às mais complexas;

3) Defina um tempo médio hábil de resposta para cada uma delas, de acordo com o seu grau de dificuldade.

 

# DICA 10 – Seja impessoal

A resposta que você está elaborando é de um pesquisador para outro. Então:

1) os textos devem ser redigidos de forma impessoal, sem vícios de linguagem ou personalismos de qualquer natureza.

2) Evite responder na primeira pessoa, pois passa a impressão de que é um texto opinativo.

3) Se for necessário escrever um texto longo e com argumentação desenvolvida, nunca responda “[Eu] Acredito que…”, mas sim “Acredita-se que…”, “Algumas evidências demonstram que…”.

 

 

COMO NÓS PODEMOS AJUDAR AINDA MAIS?

 

Esperamos que tenham aproveitado as 10 dicas para a uma excelente prova de mestrado e doutorado. Elas serão definitivas para o seu sucesso em uma prova dissertativa.

Mas nossas possibilidades de auxílio não param por aqui. Nossa parceria vai continuar, pois o Conselho Internacional de Altos Estudos em Direito (CAED-Jus) disponibiliza dicas e inovações para otimizar seu hoje, torná-lo realmente produtivo, possibilitando que o passado e o futuro, nossos constantes objetos de angústia, fiquem no lugar onde devem ficar para que possamos focar no que interessa. É aqui também que você pode publicar os seus trabalhos acadêmicos!

O CAED-Jus, com seus eventos, atividades e conteúdos variados, pode lhe auxiliar na otimização dos seus estudos de mestrado e doutorado para poder compatibilizá-los com seu trabalho.

Os eventos do CAED-Jus podem contribuir pelo menos com o seguinte:

  1. Membership em associação internacional
  2. Apresentação de trabalho em evento
  3. Participação em evento
  4. Publicação de trabalho como capítulo de livro impresso

 

Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

 

Gostou deste artigo? Comente e compartilhe em suas redes sociais.

 

Sobre os autores:

Felipe Asensi

Diretor do Instituto Diálogo, Pós-Doutor em Direito pela UERJ, Doutor em Sociologia pelo IESP/UERJ,Mestre em Sociologia pelo IUPERJ,Advogado formado pela UFF, Cientista Social formado pela UERJ, Membro Efetivo do IAB e da Academia Luso-Brasileira de Ciências Jurídicas, Senior Member da Inter-American Bar Association (IABA), Professor da UERJ, UCP, USU e AMBRA College, Autor de 34 livros.

Diego Monnerat

Mestrado em Direito pelo PPGD/UCP como Bolsista CAPES, na linha de pesquisa Fundamentos da Justiça e dos Direitos Humanos/Área de Concentração: Justiça, Processo e Direitos humanos. Graduado em Direito pela Universidade Candido Mendes-Nova Friburgo. Extensão em Direito Médico pela EMERJ. Professor tutor da Universidade Unyleya. Advogado (OAB/RN). Foi membro da Comissão de Saúde da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Mossoró/RN.

______________________________________________________________________________________________________________________________

 

Imagens: Created by Ijeab – Freepik.com
Posted in

CAED-Jus

1 comentário em “10 dicas para uma excelente prova de mestrado e doutorado”

  1. Pingback: 6 lições preliminares para começar a construir um projeto de pesquisa - CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.