caedjus.com

Entrevista com Tatiana Emmerich – Coordenadora de GT do CAED-Jus 2021

A entrevistada desta vez é Tatiana Emmerich

Tatiana Emmerich é doutoranda em Direito Penal pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Mestre pela Universidade Federal do Rio de Janeiro pelo Programa de Pós Graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanos (UFRJ / PPDH). Pós – Graduada em Direito Penal Econômico e Europeu, pelo Instituto de Direito Penal Econômico e Europeu IDPEE, da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Especialização em Garantías Constitucionales de la Investigación y la Prueba en el Proceso Penal, pela Universidad de Castilla-La Mancha, UCLM, Espanha.

É membro Honorário do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), integrante das Comissões de Direito Penal, Direitos Humanos e Direito Digital, bem como da Comissão Extraordinária do Estatuto da Criança e do Adolescente. Membro do Conselho Consultivo da Revista Digital do IAB.

Autora do livro “ O papel da defesa juvenil da teoria à prática”. É também Coordenador do GT Crimes e Segurança Pública do CAED-Jus 2021.

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

Minha trajetória acadêmica iniciou-se na graduação, onde tive a honra de participar de grupos de iniciação científica na área de criminologia e do direito penal. Neste contexto, pude participar de diversos ciclos de palestras, bem como publicar artigos científicos nos temas estudados. Ao me graduar, como já tinha vivenciado um pouco da vida acadêmica, já sabia que queria prosseguir na academia, foi neste momento que ingressei no curso de mestrado de políticas públicas em direitos humanos, na UFRJ. O mestrado, de fato, abriu muitas oportunidades para que eu pudesse participar de eventos acadêmicos e de publicar meus artigos. Em 2018 lancei meu primeiro livro, denominado “o papel da defesa na justiça juvenil infracional do ECA a prática”, uma das principais obras da minha carreira. Após o encerramento deste ciclo, prossegui como professora e pesquisadora. Atualmente, sou doutoranda em Direito Penal na UERJ, onde sigo me especializando, mais especificamente, dentro do direito penal econômico.

2) O que mais lhe chamou atenção no CAED-Jus?

O que mais me chamou atenção no Congresso Internacional de Altos Estudos em Direito, foi a possibilidade de poder participar de um evento de âmbito Internacional, de forma virtual, com acesso a qualquer hora do dia, viabilizando a interação com diversos pesquisadores nacionais e internacionais de maneira interdisciplinar. A constância do evento com publicações anuais também é um fator relevante, uma vez que através dos livros publicados podemos observar a evolução, modificação e novas perspectivas do mundo jurídico.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

A temática do GT nº 05 é atinente a área das ciências penais e segurança pública, por tratar de um tema muito atual, principalmente no Brasil que é um dos estados que mais encarceram pessoas no mundo, o desafio é olharmos o direito penal como a “ultima ratio” do direito e não como a primeira via para a resolução de conflitos. Outro desafio seria a interdisciplinaridade do direito penal com outras áreas, como por exemplo, a sociologia, psicologia, antropologia etc., para unificar questões teóricas a prática, de modo a permitir o surgimento de pesquisas que ultrapassem questões meramente normativas. Ressalto, que a normativa é importante, porém, devemos pensar o direito penal para o futuro, observando a evolução da sociedade e dos meios tecnológicos para que assim o estudo esteja contextualizado, de modo a promover pesquisas que, de fato, possam auxiliar no presente quanto num futuro breve.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que outras dicas você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

Na qualidade de coordenadora de um grupo de pesquisa do evento, bem como deu uma ex vencedora do prêmio de melhor artigo do Congresso Internacional de altos estudos em direito, indico 2 dicas importantes para a produção de textos e inovadores:

  • o primeiro passo para a produção de textos é a escolha do tema, neste âmbito é interessante procurar o que já foi escrito sobre o objeto do trabalho, de forma que você, autor, possa desenvolver novas abordagens sobre o assunto, evitando a repetição de temas já batidos e/ou a produção de artigos cópia e cola de citações.
  • O segundo passo, seria a forma de abordagem do material, ou seja, a metodologia de trabalho a ser seguida, onde podemos ter um estudo de caso, uma pesquisa estritamente bibliográfica ou uma pesquisa empírica, como coleta de dados em campo. Ressalto que é super importante deixar claro no artigo qual foi a metodologia empregada na pesquisa.

 

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

 

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

 

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.