caedjus.com

Entrevista com Rose Dayanne – Coordenadora de GT do CAED-Jus 2019

A entrevistada desta vez é Rose Dayanne.

Rose Dayanne é Doutoranda em Direito pela Università degli Studi di Roma Tor Vergata, Itália. Mestra em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com período de intercâmbio na Eberhard Karls Universität Tübingen, Alemanha. Bolsista do Programa de Iniciação Científica da Universidade de Brasília (UnB), onde recebeu o prêmio de melhor pesquisa em Direito. Professora substituta da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 2018-2019 e Coordenadora do GT Temas Contemporâneos do CAED-Jus 2019.

 

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

Eu ingressei em 2008 no curso de Direito na tradicional Faculdade de Direito do Recife (UFPE) e no primeiro semestre me encantei com a área acadêmica e com a possibilidade de me tornar uma pesquisadora. Com o intuito de construir uma carreira acadêmica diferenciada e não endogênica, ao terminar a graduação, participei da seleção de mestrado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Concluí o mestrado e segui direto para o doutorado na Itália, na Università di Roma Tor Vergata. Desde 2017, acompanho o CAED-Jus pela qualidade e pelo aspecto inovador do evento. Fico muito honrada em ser selecionada para coordenar um dos GT. É muito gratificante participar do evento.

2) O que mais lhe chamou atenção no CAED-Jus?

O CAED-Jus é um evento inovador que se adapta as novas tecnologias da informação. Aproxima pesquisadores de vários países e possibilita o diálogo e intercâmbio de conhecimento. As temáticas propostas para os grupos de trabalhos refletem os debates acadêmicos mais atuais da área jurídica. Além das apresentações e discussões enriquecedoras, os congressistas podem publicar o artigo como capítulo de livro.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

O título do GT já fala por si: “Temas contemporâneos”. A temática está diretamente ligada ao aspecto interdisciplinar do direito. O GT pretende construir uma rede plural de visões sobre temas contemporâneos nas várias áreas da ciência jurídica (filosofia do direito, direito civil, direito penal etc). Nesse sentido, resgatamos a pergunta do jurista-filósofo Giorgio Agamben “Che cos’è il contemporaneo?” (O que é o contemporâneo?). Pretende-se, portanto, com o GT, construir pontes de aprendizagem e promover reflexões críticas sobre o direito na contemporaneidade.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que dica final você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

O ofício de pesquisador requer mais labuta que inspiração. A dica mais valiosa é a persistência. A profissão acadêmica promove satisfações e insatisfações, também. Sobre um determinado tema, por exemplo, “judicialização da política” há vários artigos publicados. Como produzir um texto inovador neste tema? Em primeiro lugar, é preciso reconhecer que uma pesquisa não se trata de uma investigação genérica, para repetir o que os outros já disseram. Nesse sentido, é importante conhecer metodologia de pesquisa. Um bom pesquisador sabe delimitar o objeto da pesquisa, o problema e as fontes que pretende trabalhar. Os arquivos históricos são repositórios de histórias não contadas. Ao invés de reproduzir o que já foi dito, é inovador investigar as fontes primárias. Digo isso, por experiência própria. Eu visitei o AEL (Arquivo Edgard Leuenroth), na Unicamp. Desta visita, resultou a pesquisa do meu mestrado. Pois, lendo os jornais anarquistas que circulavam no início do século XX no Brasil, descobri a figura inusitada de Benjamim Mota: um advogado anarquista. Para entender este paradoxo advogado e anarquista, sugiro que leia a minha pesquisa (risos).

 

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

 

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

 

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.