caedjus.com

Entrevista com Marcelo Pereira de Almeida – Coordenador de GT do CAED-Jus 2020

O entrevistado desta vez é Marcelo Pereira de Almeida.

Marcelo Pereira de Almeida é Pós- Doutor em Direito Processual pela UERJ. Pós- Doutorando em Direito pela Universidade de Burgos (Espanha). Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal Fluminense. Mestre em Direito pela Universidade Estácio de Sá. Professor Adjunto de Teoria Geraldo Processo e Direito Processual da Universidade Federal Fluminense. Professor de Direito Processual Civil da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro. Professor Permanente do PPGD (mestrado)da UCP. Professor colaborador do PPGD (mestrado e doutorado) UNESA. Coordenador adjunto do Curso de Direito e Professor de Direito Processual da Unilasalle – Institutos Superiores de Ensino. Professor do Curso de Pós- Graduação em Direito Processual da Universidade Federal Fluminense – UFF. Membro da Associação Brasileira de Direito Processual – ABDPro. Membro do IBDP e do ICPC. Coordenador do Grupo de Pesquisa “Observatório das reformas processuais destinadas a proporcionar eficiência na prestação jurisdicional vinculado (CNPQ) ao PPGD da UCP e da UNESA. Ele também é Coordenador do GT Solução de Conflitos e Processo do CAED-Jus 2020.

 

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

Iniciei o magistério superior no ano de 2001 na UNESA, lecionando a disciplina Direito Constitucional, mas logo migrei para as disciplinas direcionadas aos métodos de solução de conflitos, sobretudo Teoria Geral do Processo e Direito Processual. A partir desse momento, iniciei pesquisas e produções referentes aos problemas que afetam o sistema de justiça. Em 2007 concluí o mestrado no PPGD da UNESA, com tema de dissertação direcionado a efetivação do processo coletivo. No ano de 2011, iniciei o doutorado no PPGSD da Universidade Federal Fluminense com pesquisa que discutiu a legitimidade do modelo de precedentes na resolução de mandas de massa, com defesa de tese realizada em 2013, ano em que iniciei nos quadros de docente da instituição, após aprovação em concurso de professor adjunto. No ano de 2015, iniciei como professor colaborador do PPGD da UNESA e como professor permanente no PPGD da UCP. Atualmente desenvolvo pesquisa de pós- doutorado na Universidade de Burgos (Espanha) e coordeno o grupo de “Observatório das reformas processuais destinadas a proporcionar eficiência na prestação jurisdicional vinculado (CNPQ) ao PPGD da UCP e da UNESA.

2) O que mais lhe chamou atenção no CAED-Jus?

A proposta de se criar um ambiente virtual para discussão dos temas mais relevantes que afetam o sistema jurídico, posso destacar como um dos fatores que mais me chamou a atenção. Esse cenário encurta as distâncias e possibilita maior adesão, além da organização criteriosa.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

A temática proposta no GT 4 é voltada a discussão dos métodos e ambientes destinados a solucionar conflitos, por este motivo dialoga intensamente com outras áreas de conhecimento, como sociologia, filosofia, antropologia, ciência política, tecnologia, entre outras. Esse diálogo traz uma perspectiva de debates relevantes visando o aprimoramento dos espaços de solução de conflitos.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que dica final você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

Diante dos objetivos traçados pelo CAED-Jus, sugiro que os textos sejam construídos a partir de identificação de problemas e apresentação de hipóteses. Pode parecer óbvia essa sugestão, mas venho participando como coordenador de GT em vários eventos nacionais e internacionais e, percebo frequentemente o envio de trabalhos com abordagens meramente descritivas, sem recorte epistemológico, se afastando dos objetivos propostos para eventos dessa natureza.

 

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

 

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

 

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.