caedjus.com

Entrevista com Juliana Braga Guedes – Coordenadora de GT do CAED-Jus 2022

A entrevistada desta vez é Juliana Braga Guedes

Juliana Braga Guedes é atualmente Doutoranda (bolsista da CAPES) pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Ceará (PPGLetras/UFC). Em 2022, recebe o título de Especialista em Literaturas Africanas de Língua Portuguesa e interdisciplinaridades pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Em 2015, obtém o título de Mestra em Letras pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com pesquisa financiada pela FUNCAP. Em 2010, conclui a licenciatura em Letras pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Desde 2012 atua como professora-tutora de literatura no Curso de Letras a Distância da Universidade Federal do Ceará Virtual (UFCV/UAB). Tem experiência como professora substituta de literatura brasileira e como orientadora de monografias em literatura. Atua nos seguintes temas: poesia moderna e contemporânea portuguesas; abordagens estruturalistas e desconstrucionistas; mulheres africanas. Escreve poesia e narrativas curtas.

É também coordenadora do GT Especial – Visões Contemporâneas sobre Educação do CAED-Jus 2022.

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

A coordenação de um grupo de trabalho é desafiadora. O nosso tema traz uma abordagem ampla para diversas áreas, mas tendo como foco a educação. Na minha área de investigação, que é a literatura, noto a necessidade de se narrar novas práticas de ensino-aprendizagem dentro das salas de aula sejam elas virtuais ou presenciais. O ensino da literatura é um assunto caro dentro da educação brasileira. Um dos fatores a se pensar, por exemplo, está em refletir sobre as motivações que levariam alunos a constituir comunidades leitoras. Por outro viés, o ato educativo literário busca entender como professores aplicariam na prática métodos de leitura literária que incentivassem estudantes a adentrar o universo da literatura ante tantos apelos tecnológicos.

2) O que mais lhe chamou a atenção no CAED-Jus?

A autonomia do evento com profissionais que decidiram ter uma realidade acadêmica não tradicional. Embora estes façam parte de universidades públicas, percebe-se uma autenticidade dos próprios membros em ampliar as produções acadêmicas para fora dos muros da universidade. A interdisciplinaridade com outras áreas convida os autores a tratar de certos assuntos de forma mais dinâmica, sem engessamentos canonizados por instituições, mas respeitando prioritariamente a escrita técnica-acadêmica.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

Focalizando a literatura que é a minha área de conhecimento, o principal desafio está em entender como o ensino da literatura foi alterado ao longo das décadas por nossas políticas governamentais de educação. Há alguns anos a disciplina de literatura parece ter ficado restrita apenas aos cursos de Letras do Ensino Superior. Na Educação Básica, a literatura foi diluída e não consta mais como matéria obrigatória.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que outras dicas você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

A qualidade de um texto está principalmente na recolha de materiais relevantes que tratam especificamente do tema que se queira abordar. Após as leituras estudadas, você pode iniciar a escrita de um artigo autoral desenvolvendo as suas próprias reflexões daquilo que foi lido e usando sempre de maneira ética as citações de ideias alheias.

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.