caedjus.com

Entrevista com Daiana Fagundes dos Santos Carboni – Coordenadora de GT do CAED-Jus 2022

A entrevistada desta vez é Daiana Fagundes dos Santos Carboni

Daiana Fagundes dos Santos Carboni  é graduada em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2004). Pós-Graduada em Direito do Consumidor e dos Contratos pela Universidade de Coimbra/Portugal (2010), Pós-Graduada em LLM – Direito Empresarial pela Fundação Getulio Vargas/FGV/RIO (2014), unidade Porto Alegre, Especialista em Direito Penal pela Universidade de Coimbra (2010) e Pós-Graduada em Advocacia no Direito Digital e Proteção de Dados pela Escola Brasileira de Direito/EBRADI (2021). Mestra em Ciências Jurídico-Criminais pela Universidade de Coimbra (2013), com Diploma Validado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e dissertação envolvendo Direito Penal Econômico. Conclusão do Curso de Especialização Avançada em Direito (correspondente à parte escolar do Doutoramento em Direito em Ciências Filosóficas (2016) e em Ciências Criminais (2017)) pela Universidade de Coimbra/Portugal. Bolsista Cátedra Jean Monnet pela Universidade de Buenos Aires (2020). Doutoranda em Direito Internacional e Estudos Europeus pela Universidade de Santiago de Compostela/Espanha (2019) com tema sobre o Tráfico de Pessoas, Pesquisadora sobre o Tráfico de Seres Humanos no âmbito internacional, Advogada atuante no setor público do Estado do Rio Grande do Sul, Parecerista de periódicos de Direito (Direito Internacional, Direitos Humanos, Compliance, LGPD, Consumidor, Direito Penal e Processual e Transexualidade), Membro-associado e efetivo na Academia Brasileira de Direito Civil, Conciliadora Criminal e Juíza Leiga no Juizado Especial Cível do Rio Grande do Sul.

Autora dos livros: Direito à Redesignação Sexual e sua Adequação Registral Frente ao Princípio da Dignidade da Pessoa Humana. 2. ed., Leme: Editora BH, 2021 (e 1.ed. pela Independently Published da Amazon) e o Combate ao Crime Grave Transnacional – Branqueamento de Capitais – na Figura da Procuradoria Europeia. 1.ed., Coimbra: Independently Published, 2018 (pela Amazon). É também coordenadora do GT 5 – Crimes e segurança pública do CAED-Jus 2022.

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAED-Jus. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

A minha trajetória acadêmica teve início no mestrado, quando decidi parar, por um período, minhas atividades profissionais a fim de ir residir e estudar em Coimbra/Portugal, o que foi um divisor de águas em minha vida. Assim, passei a me dedicar à pesquisa, o que, posteriormente, levou-me ao doutorado com o retorno dos estudos na Europa. Desde, então, venho participando de eventos acadêmicos, revisões de artigos científicos, elaborações de artigos e pesquisas destinadas a minha tese de doutorado. E, com a finalidade de adquirir novas experiências acadêmicas e compartilhar as que já possuo, vi no evento do CAED-JUS uma oportunidade de crescimento profissional.

2) O que mais lhe chamou a atenção no CAED-Jus?

Em 2020, conheci o CAED-JUS por meio de sites de buscas na internet e vi uma oportunidade de conhecer de pessoas, falar sobre temas de interesse e publicar um artigo em livro impresso com ampla divulgação. Então, a interação com outros profissionais do Direito e acadêmicos criou uma rede de contatos, estabelecendo laços para parcerias futuras.  Nessa senda, achei muito valiosa e produtiva a participação no evento, a qual me motivou a concorrer para a coordenação de grupo de trabalho no CAED-JUS 2022.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar o direito de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

A minha temática corresponde ao GT 05 – crimes e segurança pública. Certamente, há uma forte ligação entre crimes e segurança pública, mormente nos tempos atuais, uma vez que vivenciamos um forte medo da criminalidade, que assombra a nossa sociedade. Nesse sentido, o grande desafio da temática é encontrar, por meio de políticas públicas, uma possibilidade de colocar fim (ou minimizar) a crise/instabilidade da segurança pública (em especial no Brasil) para combater os crimes.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAED-Jus. Que outras dicas você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

Acredito que para uma produção de qualidade e com argumentos inovadores é necessária uma dedicação diária, assim como persistência. A dedicação é altamente relevante para buscar a excelência acadêmica por meio de pesquisas de qualidade, o que envolve a atualização sobre temas inovadores. E, a persistência reside na escrita, pois, quanto mais escrevemos, mais nos aprimoramos. Nessa linha, a convergência de conhecimento e de escrita levam a um trabalho de excelência.

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao próximo evento do CAED-Jus? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.