caedjus.com

Entrevista com Márcia T. Cavalcanti – Coordenadora de GT do CAEduca 2019

A entrevistada desta vez é Márcia T. Cavalcanti.

Márcia T. Cavalcanti é Doutora (2014) e Mestre (2002) em Ciência da Informação, pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), convênio Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) (1991) e em Letras Português-Literatura pela Sociedade de Ensino Superior Estácio de Sá (UNESA) (2006). Professora da Graduação na Universidade Santa Úrsula (USU) e colaboradora do Mestrado Profissional para Gestão do Trabalho e Qualidade do Ambiente Construído. Editora da REASU-Revista Eletrônica de Administração da Universidade Santa Úrsula. Professora dos cursos de Administração e Pedagogia das Faculdades Integradas Maria Thereza (FAMATH). Atuação na área de Ciência da Informação, com ênfase nos temas: memória, patrimônio, centros de documentação, gestão do conhecimento, repositórios, dados de pesquisa. Ela é Coordenadora do GT Educação Profissional e Tecnológica do CAEduca 2019.

 

Confira a entrevista:

1) Você foi selecionado(a) para coordenar um dos Grupos de Trabalho do CAEduca. Nos conte um pouco como foi a sua trajetória acadêmica até esta seleção.

Minha formação inicial deu-se no curso de Ciências Sociais (IFCS/UFRJ), de 1987 a 1992, no qual obtive os diplomas de bacharelado e de licenciatura. Durante minha graduação fui monitora e bolsista de iniciação científica e de aperfeiçoamento no Arquivo de Memória Operária do Rio de Janeiro (AMORJ). No ano de 1999 iniciei meus estudos de pós-graduação no mestrado em Ciência da Informação IBICT/ECO/UFRJ, tendo como objeto de pesquisa o próprio AMORJ. Em 2011 retorno ao IBICT no Doutorado, dando continuidade às minhas pesquisas sobre centros de documentação e memória. Em 2019 dei início à minha pesquisa de pós-doutorado, com previsão de conclusão em julho de 2020. Minha segunda experiência como graduanda foi no curso de Letras (Português/Literatura), cursado entre os anos de 2003 e 2006.

No ano de 2007 fui contratada pela Universidade Gama Filho/UGF, onde trabalhei até o ano de 2013 vinculada ao curso de História. De 2015 a 2016 fui bolsista PCI/CNPq no Instituo de Engenharia Nuclear/IEN no projeto “Preservação dos dados gerados pelas pesquisas em Reatores Nucleares no IEN”. Desde 2016 sou professora de graduação na Universidade Santa Úrsula e colaboradora no programa de mestrado desde 2019; e professora das Faculdades Integradas Maria Thereza, nos cursos de Pedagogia e Administração. Também atuo como professora de cursos de pós-graduação lato sensu.

2)O que mais lhe chamou atenção no CAEduca?

O fato de estar voltado para a área de educação, que sempre foi minha paixão. Uma das alegrias de ter dado aula no curso de História e hoje estar no curso de Pedagogia é poder contribuir, de forma tão significativa, na formação de profissionais que irão atuar na área de educação. O CAEduca é um espaço democrático de reflexão sobre a educação, além de uma oportunidade para discussão acessível a esses profissionais.

3) A temática do seu GT é fundamental para pensar a educação de maneira interdisciplinar. O que você concebe como principal desafio da sua temática?

O GT “Educação Profissional e Tecnológica” aborda uma modalidade de educação bem ampla, que inclui desde cursos de qualificação profissional à pós-graduação. Como professora de um mestrado profissional, vejo o principal desafio deste tema para a área na compreensão do aluno de que sua produção acadêmica precisa estar articulada ao campo de atuação escolhido para seu estudo.

4) Bom, outras pessoas vão se espelhar em você para participarem das próximas iniciativas do CAEduca. Que dica final você daria para que possam produzir textos de qualidade e inovadores?

A minha dica é que as pessoas, para poderem produzir material inovador e com qualidade, precisam estar atentas às demandas em suas áreas de atuação. Além disso, é preciso ler materiais diversos e pesquisar, e, principalmente, saber fazer as conexões e articulações entre esses materiais.

 

Gostou da entrevista? Não esqueça de comentar e compartilhar.

 

A propósito, você já submeteu seu trabalho ao CAEduca 2019 ? Você pode acessar o site do CAED-Jus em www.caedjus.com/eventos e se inscrever no próximo evento programado com um artigo de sua autoria. Aproveite esta oportunidade!

 

Posted in

CAED-Jus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.