Preaload Image

CAED-Jus 2018

20 – 22 junho 2018 / Online

O Congresso Internacional de Altos Estudo em Direito (CAED-Jus 2018) é uma iniciativa de uma rede de acadêmicos brasileiros e internacionais para o desenvolvimento de pesquisas jurídicas e reflexões de alta qualidade.

O CAED-Jus desenvolve-se exclusivamente de maneira virtual, sendo a tecnologia parte importante para o sucesso das discussões e para a interação entre os participantes através de diversos recursos multimídia. Com a sua criação, o CAED-Jus tornou-se um dos principais congressos da América Latina com os seguintes diferenciais:

7 Democratização da divulgação e produção científica

7 Publicação dos artigos em livro impresso (com ISBN) com envio da versão eBook aos participantes

7 Galeria com os premiados de cada edição

7 Interação efetiva entre os participantes através de ferramentas online

7 Diversidade de eventos acadêmicos no CAED-Jus (hangouts, palestras, minicursos, etc)

7 Exposição permanente do trabalho e do vídeo do autor no site para os participantes

7 Coordenadores de GTs são organizadores dos livros publicados

Grupos de Trabalho

A partir de um edital específico, acadêmicos brasileiros e estrangeiros candidataram-se a coordenar os Grupos de Trabalhos. Com base na pluralidade institucional, foram aprovados os seguintes:

 

GT1 – Direito público contemporâneo

Coordenação:
Angela Limongi Alves (USP);
Fernando Bentes (UFRRJ);
Leonam Liziero (UFRJ).

 

GT2 – Direito privado contemporâneo

Coordenação:
Felipe Asensi (UERJ/UCP/USU/Ambra);
Rose Dayanne de Brito (Università degli Studi di Roma – Itália);
Vinicius Marques (UFT).

 

GT3 – Direitos humanos e fundamentais

Coordenação:
Fernando Aith (USP)
Arthur Bezerra de Souza Junior (UNIP/UNINOVE);
Felipe Dalenogare Alves (AMF);
Siddharta Legale (UFRJ).

 

GT4 – Direito do trabalho e seguridade social

Coordenação:
Carla Veloso (UNESA);
Graciane Saliba (USU/PUC-MG);
Leonardo Rabelo de Matos Silva (UVA).

 

GT5 – Direito penal, criminologia e segurança pública

Coordenação
Andrija Almeida (UFBA);
Regina Berardi (Universidade de Salamanca – Espanha)
Antonio Santoro (UFRJ/UCP/IBMEC).

 

GT6 – Cidades, ambiente e sustentabilidade

Coordenação:
Cláudia Corrêa (UVA);
Rogerio Borba (IBMEC/UNESA/UNICARIOCA);
Isabela Coutinho (UNIR).

 

GT7 – Direito internacional, comunitário e relações internacionais

Coordenação:
Charlotth Back (Universidad Pablo de Olavide – Espanha);
Simone Alvarez Lima (UNESA);
Fernando Bertoncello (Mackenzie);
Eduardo Manuel Val (UFF/UNESA).

 

GT8 –  Processo, meios de solução de conflitos e sociedade

Coordenação:
Larissa Pochmann da Silva (UCAM);
Haroldo Lourenço (UFRJ).

 

GT9 – Teoria, interdisciplinaridade e pesquisa jurídica

Coordenação:
Klever Filpo (UCP);
Monique Falcão Lima (USU/Max-Planck-Institut – Alemanha);
Edgar Fuentes Contreras (Universidad de Bogotá Jorge Tadeo Lozano – Colombia).

 

GT10 – Temas de vanguarda do direito

Coordenação:
Rodrigo Garrido (UCP);
Diogo Basilio Vailatti (UNINOVE);
Gabriela Balestero (UFU/Universidad de Buenos Aires – Argentina);
Cláudio Cerqueira B. Netto (UERJ).

 

GT Especial 11 – Direito Homoafetivo e Diversidade Sexual 

Coordenação:
Raquel Castro (OAB-RJ);
Henrique Rabello (OAB-RJ).

 

GT Especial 12 – Advocacia Pública: Desafios e Experiências

Coordenação:
Vanessa Velasco Brito (PGM);
Daniel Giotti de Paula (PFN);
Igor Menezes (PGM).

Prêmio CAED-Jus 2018

Em cada edição do CAED-Jus, os coordenadores de GT indicam um trabalho para concorrer ao Prêmio CAED-Jus. Os trabalhos são selecionados pelo Conselho do CAED-Jus através dos seguintes critérios: originalidade, mérito acadêmico, formatação, organização teórica/metodológica da discussão, relevância para o direito.

Os premiados terão direito a:

7 Destaque especial no site
7 Certificado de premiação
7 Isenção na inscrição para o próximo CAED-Jus
7 Palestra especial no próximo CAED-Jus como premiado

 

O vencedor do Prêmio CAED-Jus 2018 foi:

Marconi do Ó Catão pelo artigoA cidade em busca de uma gestão ambientalmente adequada para o destino final do lixo eletrônico“.

 

Confira os finalistas ao prêmio:

GT1 – Direito público contemporâneo

Soberania estatal, sociedade civil e terceiro setor: transformações e perspectivas

Angela Limongi Alvarenga Alves

GT2 – Direito privado contemporâneo

Direitos da personalidade em tempos de Google: o direito ao esquecimento nos tribunais

Simone Alvarez Lima e Camila Mello e Silva Fortuna Rodrigues

GT3 – Direitos humanos e fundamentais

A liberdade de expressão e o completo mercado de ideias: notas sobre o caso queer museu

Thalles Furtado Leba e Felipe Barboza Pereira

GT4 – Direito do trabalho e seguridade social

A terceirização ampliada em contraponto com a súmula 331 do TST: reflexo da dicotomia atividade-fim e atividade-meio

Márcia dos Santos Pimentel Nunes

GT5 – Direito penal, criminologia e segurança pública

A construção e a desconstrução da morte como homicídio no Tribunal do Júri: a mobilização da legítima defesa em processos envolvendo policiais militares em Salvador-BA

Fernando Santos da Silva

GT6 – Cidades, ambiente e sustentabilidade

A cidade em busca de uma gestão ambientalmente adequada para o destino final do lixo eletrônico

Marconi do Ó Catão

GT7 – Direito internacional, comunitário e relações internacionais

A decisão da UNESCO sobre a cidade de Hebron como patrimônio cultural palestino e a violação à identidade cultural de Israel

Simone Alvarez Lima e Pedro Henrique Savian Bottizini

GT8 –  Processo, meios de solução de conflitos e sociedade

O impacto da incorporação de novas tecnologias no mercado da advocacia e o crescimento das plataformas online de solução de conflitos

Fernanda Bragança e Laurinda Fátima Da Fonseca Pereira Guimarães Bragança

GT9 – Teoria, interdisciplinaridade e pesquisa jurídica

La dicotomía sistema/entorno, desde una perspectiva multidisciplinaria, como – método de asimilación de la ciencia jurídica

Edgar Hernán Fuentes Contreras e Luz Eliyer Cárdenas Contreras

GT10 – Temas de vanguarda do direito

A tecnologia blockchain e seus impactos no mundo jurídico
Guilherme Mesquita Estêves

GT Especial 11 – Direito Homoafetivo e Diversidade Sexual 

O método de triagem das doações sanguíneas dos indivíduos homossexuais do sexo masculino: reflexão do preconceito existente na sociedade contemporânea à luz dos princípios constitucionais da igualdade e da dignidade da pessoa humana
Júlia Bezan Campos e Laís de Oliveira Pimentel

GT Especial 12 – Advocacia Pública: Desafios e Experiências

Análise do papel da advocacia pública na mediação e conciliação tributária

Maisa Bernachi Baptista

Publicação em livro

Os artigos apresentados no CAED-Jus são publicados em livro impresso (com ISBN) com envio da versão eBook aos participantes.

Clique aqui e confira os livros publicados no CAED-Jus 2017.

Inscrições

Inscrições encerradas para o CAED-Jus 2018.